• Notícias
    Data da publicação: quinta-feira, 17 de maio de 2018
    OMS pede que gorduras trans sejam eliminadas dentro de cinco anos
    Por: Isabela Moraes - Rádio 2

    Organização Mundial da Saúde lança campanha de eliminação de gordura trans na indústria alimentícia até 2023.

    Segundo a agência, isso evitará 500 mil mortes por doenças cardiovasculares.




    A gordura vegetal é encontrada em alimentos industrializados para melhorar a textura e aumentar o prazo de validade dos produtos, conservando por mais tempo.

    São populares entre fabricantes de alimentos fritos, assados e salgadinhos.

    Mas, ao mesmo tempo, isso que parece gostoso é muito ruim para os consumidores, pois esta gordura aumenta o risco de doenças cardíacas em 21 por cento e as mortes em 28 por cento.

    Segundo a OMS, vários países ricos já estabeleceram limites às quantidades permitidas em alimentos industrializados.

    Alguns proibiram óleos parcialmente hidrogenados, a principal fonte de gorduras trans.

    Uma das estratégias da entidade para substituição, inclui divulgar alternativas mais saudáveis.

    No início deste mês, a OMS fez as primeiras recomendações desde 2002, dizendo que adultos e crianças deveriam consumir um máximo de 1% das calorias diárias na forma de gorduras trans.

    Aqui no Brasil, desde 2006, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária obriga todos os fabricantes a indicar no rótulo a quantidade deste item.

    No site da agência estão disponíveis algumas informações sobre os malefícios de consumo de produtos com este óleo, como, por exemplo: o aumento do colesterol total e ainda do colesterol ruim (LDL).

    Veja também
  • Passageiro desembarca em Congonhas com pistolas semi-automáticas escondidas
  • Menos de 10% das imagens compartilhadas em grupos de WhatsApp são verdadeiras, constata estudo
  • Francisco pode ser o primeiro Papa a visitar a Coreia do Norte
  • Horário de Verão afeta mais da metade dos participantes do Enem
  • Brasileiros nascidos em outubro recebem abono do PIS referente a 2017
  • 30 milhões de brasileiros que tiveram dados invadidos são avisados pelo Facebook
  • Juros cobrados dos consumidores no cartão e no cheque especial, por exemplo, voltam a cair
  • Preço médio do aluguel sobe 2%, em 2018, para R$ 28,55 o m²
  • Portabilidade numérica completa 10 anos: mais de 45 milhões de mudanças já foram realizadas
  • Preço da gasolina sobe para R$ 4,72 o litro, o maior valor no ano
  • Governo Temer é considerado ruim ou péssimo por 74% dos brasileiros, diz Ibope
  • PF vai investigar ameaça a Rosa Weber sobre suspeita de fraude nas urnas
  • Após perderem benefícios, família luta para cuidar de criança com paralisia cerebral
  • Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo
  • Mudanças climáticas podem reduzir produção e elevar o valor da cerveja no mundo

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000