• Notícias
    Data da publicação: quarta-feira, 21 de junho de 2017
    STF julga se homologação de delação será revista
    Por: Tadeu Inácio - Rádio 2

    Supremo Tribunal Federal decide nessa quarta-feira se delação dos executivos da JBS será revista.

    Os ministros vão julgar um recurso apresentado pelo governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, do PSDB. Ele questiona a competência do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava-Jato no STF, para conduzir as delações dos executivos.

    O empresário Wesley Batista afirmou em delação que o grupo pagou propina a Azambuja em troca de incentivos fiscais.

    O julgamento tem sido analisado como crucial para o futuro da Operação Lava-Jato, que tem revelado diversos crimes por meio de acordos, inclusive nas investigações que envolvem o presidente Michel Temer, um dos citados.

    Em troca, os delatores garantem redução da pena - ou no caso dos executivos da JBS, a imunidade penal.

    Uma possibilidade é que sejam fixadas algumas condições, como esclarecer que o Judiciário poderá avaliar, ao fim do processo, se o delator cumpriu as condições exigidas para merecer o benefício.

    As informações são do jornal Valor Econômico.

    Veja também
  • Trabalhadores realizaram 1.566 greves em 2017, diz Dieese
  • Câncer vai matar mais de 9 milhões de pessoas este ano
  • Eleições 2018 terão quase 2 milhões de mesários
  • Licenciamento de veículos com placa final 7 e de caminhões com placa 1 ou 2 termina no fim do mês
  • PF apreende mais de 1,1 tonelada de cocaína em tratores no Porto de Santos
  • Colisão entre carro e caminhão deixa uma pessoa ferida em rodovia de Capivari
  • Venda de veículos financiados cresce 7,7%, em agosto
  • Em setembro, juros do cheque especial voltam a subir
  • Enxaqueca tem vários gatilhos e obesidade aumenta em 44% risco da doença
  • Suspeito de invadir residências para filmar mulheres durante o banho é detido em Capivari
  • Brasil bate meta de vacinar 95% das crianças
  • Preço da gasolina dispara e supera valor registrado logo após a greve dos caminhoneiros
  • Pelo menos 29 pessoas acusadas de integrar quadrilha especializada em crimes cibernéticos são presas
  • Dia mundial sem carro será comemorado neste sábado em Capivari
  • Custo de vida do brasileiro sobe, mas alimentos mais baratos impedem avanço maior

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000