• Notícias
    Data da publicação: segunda-feira, 16 de outubro de 2017
    Governo quer substituir cubanos por brasileiros no Programa Mais Médicos
    Por: Bernadete Druzian - Rádio 2

    Quase 200 profissionais cubanos que atuam no Programa Mais Médicos entraram na Justiça para receber salário integral, igual ao dos brasileiros e outros estrangeiros.

    Segundo o Ministério da Saúde, as ações são contra a Organização Panamericana de Saúde, a Opas, que faz a ponte entre os governos dos dois países.

    Os cubanos alegam desigualdade salarial, uma vez que parte do dinheiro vai para o país de origem. Dos 11 mil e 500 reais repassados a Opas, apenas TRÊS mil reais vão para os médicos.

    Os médicos mantêm vínculo trabalhista em Cuba e atuam em missão no Brasil, enquanto os demais são contratados pelo Ministério da Saúde.

    Os critérios para renovação dos contratos também são diferentes. Os argentinos, por exemplo, podem permanecer no programa por mais três anos após a primeira fase. Já os cubanos necessitam autorização especial do governo para ficar no Brasil.

    O Programa Mais Médicos, criado em 2013 tem 18.240 vagas em 4 mil cidades. Cerca de 9 mil médicos de Cuba ocupam quase a metade dos postos de trabalho.

    O governo brasileiro afirmou que pretende substituir pelo menos 4 mil profissionais cubanos nos próximos três anos.

    Veja também
  • Prefeitura de Capivari divulga horários de funcionamento em jogos da Seleção na Copa
  • Favoritos ao título, Brasil e Alemanha tropeçam na estreia
  • Licenciamento de veículos com placa final 3 termina no fim do mês
  • 7 das 10 cidades mais violentas do Brasil estão na Bahia e no Rio de Janeiro
  • Polícia Federal abre edital de concurso com 500 vagas
  • Pessoas de países ricos doam mais sangue
  • Puxado por batata, cebola e gasolina, custo de vida volta a subir
  • Câmara de Capivari cria lei que institui “Junho Vermelho”
  • Churrasco está 25% mais caro que na última Copa
  • Bancos farão atendimento por 4 horas em dias de jogos do Brasil na Copa
  • 65 pessoas foram presas durante operação para desarticular organização criminosa
  • STF decide que conduções coercitivas são inconstitucionais e proíbe uso do instrumento
  • Campanha contra a Influenza é prorrogada e estendida para mais grupos
  • Puxados por coentro, berinjela e mamão, alimentos ficam mais baratos
  • Saúde intensifica vacinação contra a Poliomielite em Capivari

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000