• Notícias
    Data da publicação: segunda-feira, 16 de outubro de 2017
    Governo quer substituir cubanos por brasileiros no Programa Mais Médicos
    Por: Bernadete Druzian - Rádio 2

    Quase 200 profissionais cubanos que atuam no Programa Mais Médicos entraram na Justiça para receber salário integral, igual ao dos brasileiros e outros estrangeiros.

    Segundo o Ministério da Saúde, as ações são contra a Organização Panamericana de Saúde, a Opas, que faz a ponte entre os governos dos dois países.

    Os cubanos alegam desigualdade salarial, uma vez que parte do dinheiro vai para o país de origem. Dos 11 mil e 500 reais repassados a Opas, apenas TRÊS mil reais vão para os médicos.

    Os médicos mantêm vínculo trabalhista em Cuba e atuam em missão no Brasil, enquanto os demais são contratados pelo Ministério da Saúde.

    Os critérios para renovação dos contratos também são diferentes. Os argentinos, por exemplo, podem permanecer no programa por mais três anos após a primeira fase. Já os cubanos necessitam autorização especial do governo para ficar no Brasil.

    O Programa Mais Médicos, criado em 2013 tem 18.240 vagas em 4 mil cidades. Cerca de 9 mil médicos de Cuba ocupam quase a metade dos postos de trabalho.

    O governo brasileiro afirmou que pretende substituir pelo menos 4 mil profissionais cubanos nos próximos três anos.

    Veja também
  • Suspeito de invadir residências para filmar mulheres durante o banho é detido em Capivari
  • Brasil bate meta de vacinar 95% das crianças
  • Preço da gasolina dispara e supera valor registrado logo após a greve dos caminhoneiros
  • Pelo menos 29 pessoas acusadas de integrar quadrilha especializada em crimes cibernéticos são presas
  • Dia mundial sem carro será comemorado neste sábado em Capivari
  • Custo de vida do brasileiro sobe, mas alimentos mais baratos impedem avanço maior
  • Número de empresas que pedem falência ou recuperação judicial cai, mas ainda é alto
  • Desvalorização do real puxa preços de produtos feitos à base de trigo
  • Etanol amplia vantagem sobre a gasolina neste mês
  • Atenção às regras da Justiça Eleitoral: enquetes nas redes sociais são proibidas
  • Você sabia que pneu tem prazo de validade?
  • Vítima de feminicídio é enterrada em Capivari
  • Papa convoca reunião extraordinária para discutir abusos sexuais
  • De cada quatro brasileiros, pelo menos um não paga o valor total da fatura do cartão
  • Brasil deve fechar o ano com quase 23 milhões de pessoas consideradas pobres

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000