• Notícias
    Data da publicação: sábado, 21 de outubro de 2017
    Frutas e pescados mais caros puxam preço médio dos alimentos
    Por: Umberto Ferretti - Rádio 2

    Preços dos alimentos aumentam, no atacado.

    Nas unidades da Ceagesp, a Ceasa de SP, que abastece praticamente todo o País, a alta em setembro foi, em média, de quase cinco por cento. Avanço que normalmente é repassado ao consumidor.

    Ele foi puxado, principalmente, pelas frutas, que subiram oito por cento, graças, por exemplo, ao tempo seco que prejudicou a oferta.

    Destaque negativo para a carambola e o mamão formosa, ambos com aumento na casa de 50 por cento. Enquanto limão tahiti e maracujá também avançaram acima da média.

    Já entre os pescados, a alta foi puxada por itens como anchova, pescada, namorado e camarão ferro.

    Por outro lado, legumes e verduras ficaram mais baratos, com destaque para os valores da alface, do repolho e do pimentão, que recuaram entre 17 e 39 por cento.

    Por fim, com batata, canjica, amendoim e alho mais em conta, os preços no grupo alimentos diversos também caíram.



    Veja também
  • Recurso no INSS será automático a partir de 10 de julho e deve levar 30 dias
  • Preços dos imóveis caem e m² fica em R$ 7.543
  • Tabela do frete encarece exportações e comida do brasileiro, diz estudo
  • Veterinária responde dúvidas de ouvintes sobre desidratação e banhos no inverno
  • Vacina brasileira contra a dengue é patenteada e deve chegar ao mercado nos próximos meses
  • Golpe promete desconto em óculos de sol para roubar perfis em redes sociais
  • Guarda Civil apreende rapaz com pinos de cocaína e R$70 em Capivari
  • Comércio vendeu mais no Dia dos Namorados afirma pesquisa
  • Maior vestibular do País, prova da Fuvest terá reconhecimento facial dos candidatos
  • Blitz da Lei Seca autua 73 motoristas; Seis deles podem pegar até três anos de cadeia
  • Atenção às medidas de segurança na passagem pelos pedágios eletrônicos; lei determina retirada de cancelas
  • Artista que faz estátua viva em Capivari passa por dificuldades e tem morado na rua
  • Dpvat já indenizou 148 mil vítimas em 2018
  • 62% dos jovens brasileiros têm o desejo de morar fora do país, revela pesquisa
  • 60% dos torcedores trocaria título do time por hexa na Copa, diz pesquisa

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000