• Notícias
    Data da publicação: quarta-feira, 01 de novembro de 2017
    Com recorde, Brasil tem uma mulher assassinada a cada duas horas
    Por: Tadeu Inácio - Rádio 2

    Uma mulher assassinada a cada duas horas no Brasil em 2016. No período, foram contabilizadas 61.619 vítimas, a maior soma já calculada pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

    Desse total, 4.657 mulheres. Mesmo assim, apenas 533 casos foram classificados como feminicídios. Vale lembrar que desde 2015 uma lei obrigar registrar mortes de mulheres dentro de casa, com violência doméstica e por motivação de gênero.

    O Fórum Brasileiro de Segurança Pública relacionou o índice à baixa presença de mulheres nas polícias, que hoje é de atualmente 10% do efetivo total. Isso, segundo o órgão, também prejudica o número de registros.

    O Mato Grosso do Sul é o estado com maior taxa de mortes de mulheres do país: 7,6 por 100 mil habitantes. Foram 102 mulheres assassinadas no estado durante o ano passado, alta de 22.9% frente a 2015.

    O Pará apareceu em segundo e Amapá em terceiro.

    Veja também
  • Veterinária responde dúvidas de ouvintes sobre desidratação e banhos no inverno
  • Vacina brasileira contra a dengue é patenteada e deve chegar ao mercado nos próximos meses
  • Golpe promete desconto em óculos de sol para roubar perfis em redes sociais
  • Guarda Civil apreende rapaz com pinos de cocaína e R$70 em Capivari
  • Comércio vendeu mais no Dia dos Namorados afirma pesquisa
  • Maior vestibular do País, prova da Fuvest terá reconhecimento facial dos candidatos
  • Blitz da Lei Seca autua 73 motoristas; Seis deles podem pegar até três anos de cadeia
  • Atenção às medidas de segurança na passagem pelos pedágios eletrônicos; lei determina retirada de cancelas
  • Artista que faz estátua viva em Capivari passa por dificuldades e tem morado na rua
  • Dpvat já indenizou 148 mil vítimas em 2018
  • 62% dos jovens brasileiros têm o desejo de morar fora do país, revela pesquisa
  • 60% dos torcedores trocaria título do time por hexa na Copa, diz pesquisa
  • Provimento regulamenta teletrabalho nos cartórios de notas e de registro
  • Inverno exige cuidado redobrado com a pele
  • Preços dos combustíveis diminuem, mas gasolina e álcool estão mais caros que antes da greve

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000