• Notícias
    Data da publicação: quinta-feira, 02 de novembro de 2017
    Vítimas do acidente em Mariana-MG sofrem preconceito e querem a volta da Samarco
    O desemprego em Mariana saltou de 5 para 23% depois do acidente, índice bem maior do que em Belo Horizonte, que chegou a quase 14% neste ano.
    Por: Bernadete Druzian - Rádio 2



    Moradores de Mariana, atingida pelo acidente que inundou a cidade mineira de lama, em 2015, querem a reativação das atividades da Samarco.

    São famílias desalojadas dos distritos rurais de Paracatu, Bento Rodrigues e Gesteira, com o rompimento da barragem do Fundão, que espalhou lama de minério de ferro pela região.

    Sem emprego, vivem com auxílio de um salário mínimo por mês em imóveis alugados, enquanto aguardam a reconstrução das comunidades.

    Em choque com a vida urbana, não conseguem consumir no comércio e reclamam do tratamento preconceituoso dos moradores da cidade.

    São hostilizados e chamados de desocupados. Já outros grupos fazem campanha em defesa das vítimas, espalhando cartazes com os dizeres: "Somos todos atingidos".

    O prefeito Duarte Júnior disse à BBC que uma minoria acha que os moradores dos distritos rurais são responsáveis pelo acidente. E afirma que defende o retorno da mineração, mas quer a punição dos culpados.

    O desemprego em Mariana saltou de 5 para 23% depois do acidente, índice bem maior do que em Belo Horizonte, que chegou a quase 14% neste ano.

    O acidente na barragem do Fundou matou 19 pessoas, atingiu 39 cidades e mais de 600 quilômetros de rios e nascentes.

    Veja também
  • Apenas 16% dos brasileiros conseguem guardar dinheiro, diz pesquisa
  • DER fará operação especial nas estradas paulistas, durante o inverno
  • Prefeitura ganha ação e iluminação pública volta a ser de responsabilidade da CPFL
  • Fiscalização contra o descumprimento da Lei Seca dispara 512%, no Estado de SP
  • Recurso no INSS será automático a partir de 10 de julho e deve levar 30 dias
  • Preços dos imóveis caem e m² fica em R$ 7.543
  • Tabela do frete encarece exportações e comida do brasileiro, diz estudo
  • Veterinária responde dúvidas de ouvintes sobre desidratação e banhos no inverno
  • Vacina brasileira contra a dengue é patenteada e deve chegar ao mercado nos próximos meses
  • Golpe promete desconto em óculos de sol para roubar perfis em redes sociais
  • Guarda Civil apreende rapaz com pinos de cocaína e R$70 em Capivari
  • Comércio vendeu mais no Dia dos Namorados afirma pesquisa
  • Maior vestibular do País, prova da Fuvest terá reconhecimento facial dos candidatos
  • Blitz da Lei Seca autua 73 motoristas; Seis deles podem pegar até três anos de cadeia
  • Atenção às medidas de segurança na passagem pelos pedágios eletrônicos; lei determina retirada de cancelas

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000