• Notícias
    Data da publicação: sábado, 11 de novembro de 2017
    EPIDEMIA ZIKA: Dois anos depois, Ministério da Saúde ainda mantém ações de vigilância
    Por: Redação
    E-mail

    Há dois anos o Brasil viveu uma epidemia de bebês nascidos com microcefalia e outras síndromes, por causa da infecção pelo Zika Vírus. O número de casos fez com que o Ministério da Saúde decretasse emergência e elaborasse um plano de ação para dar assistência e conter o número de afetados. A bancária Isabel Alburqueque, mãe do Matheus, que nasceu com síndrome congênita pelo Zika, conta o que passou na época.

    “O primeiro impacto é revoltante, né? É de revolta porque a gente é vítima de uma calamidade pública. Não foi algo genético, não foi algo que eu desenvolvi. Foi um agente externo que veio e abalou a vida de mais de 400 famílias, só aqui no Estado de Pernambuco”.

    Agora, com dois anos e um mês, o Matheus já apresenta progressos, graças aos estímulos terapêuticos que recebe desde o primeiro mês de vida. O desenvolvimento e o bem estar de todos os bebês nascidos com a síndrome congênita pelo Zika é o objetivo do Ministério da Saúde. A técnica da Secretaria de Assistência à Saúde, Mariana Bertol, fala sobre algumas ações que o governo federal manteve mesmo depois do surto.

    “A gente vai manter o sistema em vigilância, em alerta, pra continuar notificando qualquer caso, em qualquer idade, que por acaso, tem alguma relação com a epidemia, com essa emergência de saúde pública. E a gente vai continuar mantendo os nossos serviços também de prontidão para que a gente possa receber o quanto antes essas crianças, investigar no tempo mais oportuno e poder encaminhar para um cuidado mais adequado”. 

    Veja também
  • USP descobre moléculas que podem tratar febre amarela
  • Moradora de Rafard denuncia mau estado de conservação em banheiro de Praça
  • Entrega da declaração do IR 2018 começa no dia 2 de março
  • Pesquisadores da USP encontram nova forma de detectar o vírus da febre amarela
  • Carnaval de Marchinhas em Capivari é o evento ideal para seu filho neste carnaval
  • Lei autoriza visita de pets a pacientes em hospitais municipais de São Paulo
  • Implante no cérebro ajuda a melhorar a memória humana
  • Fique atento: Carnaval não é feriado nacional
  • Inauguração da Galeria Tarsila do Amaral ocorre no dia 22
  • Projeto do Senado pretende punir passageiro que acompanhar motorista bêbado ou drogado
  • Pensão integral para cônjuge de policiais entra na reforma da Previdência
  • 6 passos para quem começou 2018 com dívidas
  • Acidentes nas rodovias federais caíram 7,5% em 2017
  • Vereadores cobram administração durante retorno das sessões camarárias em Rafard
  • Especialista em moda, Nanda Máximo, fala sobre o Carnaval

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000