• Notícias
    Data da publicação: segunda-feira, 20 de novembro de 2017
    Tomate e batata mais caros puxam custo de vida da população de baixa renda
    Por: Umberto Ferretti - Rádio 2

    Custo de vida da população de baixa renda cresce 0,42 por cento, em outubro.

    A pesquisa foi feita pela Fundação Getúlio Vargas, que levou em conta os produtos e serviços essenciais e mais consumidos por quem ganha até duas vezes e meia o valor do salário mínimo.

    No mês passado, houve aumento nos gastos com: alimentação, saúde, habitação, vestuário e comunicação.

    Destaque para a batata, cujo preço disparou 43 por cento, e para o tomate, que teve alta de 10 por cento. A lista das principais altas tem, ainda, o pão francês, o bujão de gás e a conta de luz.

    O custo de vida só não subiu mais porque os gastos com transporte e educação caíram.

    Na análise item por item, destaque para as reduções nos preços da passagem de ônibus, do leite e da banana.

    Veja também
  • Apenas 16% dos brasileiros conseguem guardar dinheiro, diz pesquisa
  • DER fará operação especial nas estradas paulistas, durante o inverno
  • Prefeitura ganha ação e iluminação pública volta a ser de responsabilidade da CPFL
  • Fiscalização contra o descumprimento da Lei Seca dispara 512%, no Estado de SP
  • Recurso no INSS será automático a partir de 10 de julho e deve levar 30 dias
  • Preços dos imóveis caem e m² fica em R$ 7.543
  • Tabela do frete encarece exportações e comida do brasileiro, diz estudo
  • Veterinária responde dúvidas de ouvintes sobre desidratação e banhos no inverno
  • Vacina brasileira contra a dengue é patenteada e deve chegar ao mercado nos próximos meses
  • Golpe promete desconto em óculos de sol para roubar perfis em redes sociais
  • Guarda Civil apreende rapaz com pinos de cocaína e R$70 em Capivari
  • Comércio vendeu mais no Dia dos Namorados afirma pesquisa
  • Maior vestibular do País, prova da Fuvest terá reconhecimento facial dos candidatos
  • Blitz da Lei Seca autua 73 motoristas; Seis deles podem pegar até três anos de cadeia
  • Atenção às medidas de segurança na passagem pelos pedágios eletrônicos; lei determina retirada de cancelas

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000