• Notícias
    Data da publicação: sábado, 18 de novembro de 2017
    Pedras obstruem rede de esgoto no bairro Castelani
    Por: Redação
    E-mail



    A equipe técnica do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) trabalhou cerca de seis horas no último sábado, 11, para desobstruir uma das principais redes de esgoto do bairro Castelani.


    Segundo o chefe da Divisão Operacional, Claúdio Luciano Bossolan, a equipe já vinha recebendo ocorrências de mau cheiro no bairro e quando chegaram ao local constataram que pedras enormes, lixo, gordura, pedaços de madeiras e panos impediam o fluxo normal do esgoto. “O descarte irregular desses objetos entupiram a rede e ocasionaram o extravasamento do esgoto em um dos poços de visita – ponto de manutenção da rede”, explica o funcionário.


    Os maiores problemas de obstrução nas redes são causados pelas pessoas que jogam na tubulação objetos que não deveriam ir para a rede coletora. O superintendente do SAAE, José Luiz Cabral, ressalta que a tubulação é adequada para receber apenas o efluente doméstico. “É comum encontrarmos panos, latas, plásticos e outros resíduos que trazem prejuízo ao bom funcionamento da rede de esgoto. Já retiramos até extintor de veículos, calças jeans, entre outros”, informa o superintendente.


    O uso inadequado e o vandalismo podem causar transtornos para a população com o refluxo do esgoto sem tratamento para dentro dos imóveis, o que traz prejuízos para os cofres públicos e para o meio ambiente.


    Em situações como esta, o SAAE precisa contratar o caminhão hidrojato que faz a desobstrução das redes com jatos de alta pressão. “Existem casos em que ocorre o rompimento da tubulação e os reparos chegam a levar dias para serem concluídos”, afirma Cabral.


    As pessoas que, intencionalmente, jogam lixo ou restos de materiais nas redes de esgoto podem ter problemas com a Justiça, uma vez que danificar ou destruir patrimônio público é qualificado como crime. O SAAE pede aos clientes que denunciem os atos de vandalismo pelo telefone 0800 878 7874 ou pelo 153 da Guarda Civil.

    Veja também
  • Veterinária responde dúvidas de ouvintes sobre desidratação e banhos no inverno
  • Vacina brasileira contra a dengue é patenteada e deve chegar ao mercado nos próximos meses
  • Golpe promete desconto em óculos de sol para roubar perfis em redes sociais
  • Guarda Civil apreende rapaz com pinos de cocaína e R$70 em Capivari
  • Comércio vendeu mais no Dia dos Namorados afirma pesquisa
  • Maior vestibular do País, prova da Fuvest terá reconhecimento facial dos candidatos
  • Blitz da Lei Seca autua 73 motoristas; Seis deles podem pegar até três anos de cadeia
  • Atenção às medidas de segurança na passagem pelos pedágios eletrônicos; lei determina retirada de cancelas
  • Artista que faz estátua viva em Capivari passa por dificuldades e tem morado na rua
  • Dpvat já indenizou 148 mil vítimas em 2018
  • 62% dos jovens brasileiros têm o desejo de morar fora do país, revela pesquisa
  • 60% dos torcedores trocaria título do time por hexa na Copa, diz pesquisa
  • Provimento regulamenta teletrabalho nos cartórios de notas e de registro
  • Inverno exige cuidado redobrado com a pele
  • Preços dos combustíveis diminuem, mas gasolina e álcool estão mais caros que antes da greve

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000