• Notícias
    Data da publicação: quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
    Violência contra mulheres negras é duas vezes maior do que contra brancas
    Por: Bernadete Druzian - Rádio 2
    Mulheres negras correm o dobro do risco de serem agredidas ou mortas. Os dados são do relatório que mede o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência, divulgado na segunda-feira.

    O número de homicídios de mulheres de 15 a 29 anos é maior entre as negras, principalmente no Rio Grande do Norte. São 8 casos para uma morte de jovem branca.


    A taxa de homicídios contra a mulher negra é maior em praticamente todos os estados, menos no Paraná.

    A violência contra o jovem negro de ambos os sexos cresceu nos últimos dois anos, desde o início da pesquisa, em 2015.

    Em Alagoas, o risco de morte por homicídio é quase 13 vezes maior entre negros e na Paraíba, quase 9 vezes. Somente no Paraná, a taxa de mortes é maior entre brancos.

    O estudo foi feito pela Secretaria Nacional de Juventude em parceria com a Unesco. Foram pesquisados 304 municípios com mais de 100 mil habitantes.

    Um quarto da população brasileira está na faixa etária entre 15 e 29 anos e está entre as maiores vítimas de homicídios.

    Veja também
  • Trabalhadores realizaram 1.566 greves em 2017, diz Dieese
  • Câncer vai matar mais de 9 milhões de pessoas este ano
  • Eleições 2018 terão quase 2 milhões de mesários
  • Licenciamento de veículos com placa final 7 e de caminhões com placa 1 ou 2 termina no fim do mês
  • PF apreende mais de 1,1 tonelada de cocaína em tratores no Porto de Santos
  • Colisão entre carro e caminhão deixa uma pessoa ferida em rodovia de Capivari
  • Venda de veículos financiados cresce 7,7%, em agosto
  • Em setembro, juros do cheque especial voltam a subir
  • Enxaqueca tem vários gatilhos e obesidade aumenta em 44% risco da doença
  • Suspeito de invadir residências para filmar mulheres durante o banho é detido em Capivari
  • Brasil bate meta de vacinar 95% das crianças
  • Preço da gasolina dispara e supera valor registrado logo após a greve dos caminhoneiros
  • Pelo menos 29 pessoas acusadas de integrar quadrilha especializada em crimes cibernéticos são presas
  • Dia mundial sem carro será comemorado neste sábado em Capivari
  • Custo de vida do brasileiro sobe, mas alimentos mais baratos impedem avanço maior

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000