• Notícias
    Data da publicação: quarta-feira, 17 de janeiro de 2018
    Projeto de Lei prevê prisão para usuários de TV por assinatura pirata
    Por: Isabela Moraes - Rádio 2

    Projeto de lei quer punir usuários que tiverem acesso irregular a canais de televisão por assinatura.


    No famoso “gato”, como é chamado por aí, a mensalidade para este tipo de serviço não é cobrada.


    A ideia original do projeto é de autoria do senador licenciado Blairo Maggi (PR-MT).


    Ele pretende definir como pena de seis meses a dois anos, no caso de fornecedores de canais pirata.


    Em 2013, a senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) decidiu apoiar o projeto e quer ampliar o alcance do Projeto de Lei para atingir também a venda de decodificadores que desbloqueiam os canais de TV por assinatura.


    Vale lembrar que este tipo de importação já é proibida desde 2011.


    Neste caso, ainda não há pena prevista.


    Para ser aprovado, o projeto de lei precisa ser aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado e depois pela Câmera dos Deputados.

    Veja também
  • Mais de um milhão de crianças foram imunizadas contra sarampo e polio na primeira semana de campanha
  • Mensagem que circula nas redes sociais sobre aumento das multas de trânsito é falsa
  • Brasil tem 164 casos de estupro por dia e mais de 220 mil crimes na Lei Maria da Penha
  • Meia hora de atividade física por dia ajuda a prevenir câncer de mama e de cólon, aponta estudo
  • João Doria, candidato a Governador de São Paulo, falou sobre suas propostas à Raízes FM
  • Correntistas de qualquer banco começam a receber hoje o dinheiro do Fundo Pis/Pasep
  • Termina amanhã prazo para registro de candidatos; campanha começa na quinta-feira
  • Operação da Lei Seca autua 83 motoristas, em várias cidades paulistas
  • Pneus podem ter desconto para deficientes
  • Brasil já cumpriu meta de redução de emissão de carbono estabelecida para 2020
  • Brasil exportou mais de 2 milhões de sacas de café em julho
  • Fuvest abre inscrições para o vestibular 2019
  • Após decisão do STF, procuradores aprovam reajuste de 16% em salários
  • Operação Dia dos Pais encontra irregularidades no comércio
  • Sistema de reconhecimento facial será usado para garantir mais segurança nas Olimpíadas de 2020

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000