• Notícias
    Data da publicação: sexta-feira, 09 de fevereiro de 2018
    Câmara de Capivari realizou a primeira Sessão Ordinária de 2018
    Por: Redação
    E-mail

    A Câmara Municipal de Capivari realizou a 1ª Sessão Ordinária de 2018, na noite de segunda-feira, 5, na Sala das Sessões do Palácio 10 de Julho.

    A pedido do vereador Guacyro Justino Alfredo (DEM), os vereadores votaram o Projeto de Lei n.º 17/2018 na Ordem do Dia, em regime de urgência. 

    Na sequência, o vereador pediu regime de urgência e votação em bloco para os Projetos de Lei do n.º 18 ao 40/2018. Todos dispõem sobre questões orçamentárias do município e seguiram para votação na Ordem do Dia.

    O Projeto de Resolução n.º 001/2018, de autoria da mesa diretora da Câmara Municipal de Capivari, também seguiu para votação em regime de urgência na Ordem do Dia.

    Na Tribuna Livre falaram todos os vereadores presentes: Nelson Soares (PR), Mateus Scarso (PMDB), Valdir da Farmácia (PSL), Gil do Pastel (PSC), Rogério Marini (PSDB), Jurandir Pinheiro dos Santos “Binga” (PSL), Eliseu Serrano (PR), Dr. Guacyro (DEM), Gamaliel Lourenço de Souza (PTN), Denilton Rocha (PMDB), Edson José Bombonatti “Tambuzinho” (PSL) e Bruno Barnabé (PSDB).

    Na Ordem do Dia, os vereadores aprovaram por 7 votos contra 3, o PL n.º 17/2018. Ele autoriza o Poder executivo a conduzir o profissional médico á jornada de trabalho em regime de plantão médico e dispõe sobre remuneração desse plantão por hora trabalhada. Votaram contra o projeto os vereadores Mateus Scarso (PMDB), Denilton Rocha (PMDB) e Tambuzinho (PSL). 

    Os PLs de n.º 18 ao 40/2018 foram votados em bloco e em regime de urgência. Os projetos dispõem sobre peças orçamentárias do município de Capivari. Todos foram aprovados por unanimidade.

    Os vereadores aprovaram por unanimidade o Projeto de Resolução n.º 001/2018 da Mesa Diretora, que suspende o expediente no palácio 10 de Julho nos dias 12 e 13 de fevereiro, em decorrência do Carnaval. 

    De autoria do Poder Executivo, o PL n.º 14/2018 autoriza o Poder Executivo a conceder subvenção à Associação São Jerônimo, para manutenção do Projeto Teto e Afeto - Família Acolhedora. O projeto teve aprovação da maioria dos vereadores. Deilton Rocha (PMDB) e Mateus Scarso (PMDB) votaram contra o projeto.

    A sessão foi transmitida ao vivo pelo canal da Câmara Municipal no Youtube e está disponível para acesso também no site.

    A próxima Sessão Ordinária acontecerá excepcionalmente na quarta-feira, 14, às 19h30, em decorrência do recesso de Carnaval.

    Veja também
  • USP descobre moléculas que podem tratar febre amarela
  • Moradora de Rafard denuncia mau estado de conservação em banheiro de Praça
  • Entrega da declaração do IR 2018 começa no dia 2 de março
  • Pesquisadores da USP encontram nova forma de detectar o vírus da febre amarela
  • Carnaval de Marchinhas em Capivari é o evento ideal para seu filho neste carnaval
  • Lei autoriza visita de pets a pacientes em hospitais municipais de São Paulo
  • Implante no cérebro ajuda a melhorar a memória humana
  • Fique atento: Carnaval não é feriado nacional
  • Inauguração da Galeria Tarsila do Amaral ocorre no dia 22
  • Projeto do Senado pretende punir passageiro que acompanhar motorista bêbado ou drogado
  • Pensão integral para cônjuge de policiais entra na reforma da Previdência
  • 6 passos para quem começou 2018 com dívidas
  • Acidentes nas rodovias federais caíram 7,5% em 2017
  • Vereadores cobram administração durante retorno das sessões camarárias em Rafard
  • Especialista em moda, Nanda Máximo, fala sobre o Carnaval

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000