• Notícias
    Data da publicação: sexta-feira, 09 de fevereiro de 2018
    Câmara de Capivari realizou a primeira Sessão Ordinária de 2018
    Por: Redação
    E-mail

    A Câmara Municipal de Capivari realizou a 1ª Sessão Ordinária de 2018, na noite de segunda-feira, 5, na Sala das Sessões do Palácio 10 de Julho.

    A pedido do vereador Guacyro Justino Alfredo (DEM), os vereadores votaram o Projeto de Lei n.º 17/2018 na Ordem do Dia, em regime de urgência. 

    Na sequência, o vereador pediu regime de urgência e votação em bloco para os Projetos de Lei do n.º 18 ao 40/2018. Todos dispõem sobre questões orçamentárias do município e seguiram para votação na Ordem do Dia.

    O Projeto de Resolução n.º 001/2018, de autoria da mesa diretora da Câmara Municipal de Capivari, também seguiu para votação em regime de urgência na Ordem do Dia.

    Na Tribuna Livre falaram todos os vereadores presentes: Nelson Soares (PR), Mateus Scarso (PMDB), Valdir da Farmácia (PSL), Gil do Pastel (PSC), Rogério Marini (PSDB), Jurandir Pinheiro dos Santos “Binga” (PSL), Eliseu Serrano (PR), Dr. Guacyro (DEM), Gamaliel Lourenço de Souza (PTN), Denilton Rocha (PMDB), Edson José Bombonatti “Tambuzinho” (PSL) e Bruno Barnabé (PSDB).

    Na Ordem do Dia, os vereadores aprovaram por 7 votos contra 3, o PL n.º 17/2018. Ele autoriza o Poder executivo a conduzir o profissional médico á jornada de trabalho em regime de plantão médico e dispõe sobre remuneração desse plantão por hora trabalhada. Votaram contra o projeto os vereadores Mateus Scarso (PMDB), Denilton Rocha (PMDB) e Tambuzinho (PSL). 

    Os PLs de n.º 18 ao 40/2018 foram votados em bloco e em regime de urgência. Os projetos dispõem sobre peças orçamentárias do município de Capivari. Todos foram aprovados por unanimidade.

    Os vereadores aprovaram por unanimidade o Projeto de Resolução n.º 001/2018 da Mesa Diretora, que suspende o expediente no palácio 10 de Julho nos dias 12 e 13 de fevereiro, em decorrência do Carnaval. 

    De autoria do Poder Executivo, o PL n.º 14/2018 autoriza o Poder Executivo a conceder subvenção à Associação São Jerônimo, para manutenção do Projeto Teto e Afeto - Família Acolhedora. O projeto teve aprovação da maioria dos vereadores. Deilton Rocha (PMDB) e Mateus Scarso (PMDB) votaram contra o projeto.

    A sessão foi transmitida ao vivo pelo canal da Câmara Municipal no Youtube e está disponível para acesso também no site.

    A próxima Sessão Ordinária acontecerá excepcionalmente na quarta-feira, 14, às 19h30, em decorrência do recesso de Carnaval.

    Veja também
  • Passageiro desembarca em Congonhas com pistolas semi-automáticas escondidas
  • Menos de 10% das imagens compartilhadas em grupos de WhatsApp são verdadeiras, constata estudo
  • Francisco pode ser o primeiro Papa a visitar a Coreia do Norte
  • Horário de Verão afeta mais da metade dos participantes do Enem
  • Brasileiros nascidos em outubro recebem abono do PIS referente a 2017
  • 30 milhões de brasileiros que tiveram dados invadidos são avisados pelo Facebook
  • Juros cobrados dos consumidores no cartão e no cheque especial, por exemplo, voltam a cair
  • Preço médio do aluguel sobe 2%, em 2018, para R$ 28,55 o m²
  • Portabilidade numérica completa 10 anos: mais de 45 milhões de mudanças já foram realizadas
  • Preço da gasolina sobe para R$ 4,72 o litro, o maior valor no ano
  • Governo Temer é considerado ruim ou péssimo por 74% dos brasileiros, diz Ibope
  • PF vai investigar ameaça a Rosa Weber sobre suspeita de fraude nas urnas
  • Após perderem benefícios, família luta para cuidar de criança com paralisia cerebral
  • Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo
  • Mudanças climáticas podem reduzir produção e elevar o valor da cerveja no mundo

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000