• Notícias
    Data da publicação: segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018
    USP descobre moléculas que podem tratar febre amarela
    A estratégia é conhecida como “reposicionamento de fármacos” e pode encurtar em vários anos a chegada de medicamentos do laboratório até as farmácias.
    Por: Redação
    E-mail


    Pesquisadores do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP identificaram moléculas com potencial para tratar a febre amarela.

    Os testes foram realizados em culturas de células humanas de fígado infectadas pelo vírus causador da doença.

    Das moléculas mais promissoras, duas delas também tiveram eficácia contra o vírus da dengue.

    Segundo um dos pesquisadores, este é o primeiro trabalho voltado para febre amarela que utiliza esta tecnologia.

    A estratégia é conhecida como “reposicionamento de fármacos” e pode encurtar em vários anos a chegada de medicamentos do laboratório até as farmácias.

    O estudo traz resultados inéditos ao localizar compostos que podem ser utilizados em vários casos, incluindo febre amarela.

    A partir daí abre-se a possibilidade da criação de fármacos para o tratamento dessa doença que hoje representa um problema de saúde pública brasileira e alarma a comunidade internacional.

    E o melhor é que a pesquisa já foi testada o que economiza tempo e dinheiro.

    Agora, o próximo passo é reunir outros cientistas em um consórcio de diferentes grupos de pesquisa para trabalhar com os dados obtidos, que são inéditos. Temos excelentes moléculas e trabalhando dessa forma diferenciada vamos conseguir agregar valor ao que fazemos. O foco é o produto final, fazer algo que, de fato, seja diferenciado para o paciente, explicou um dos pesquisadores.

    O próximo passo é modificar as moléculas para aumentar a potência contra o vírus e diminuir os efeitos tóxicos sobre as células.

    Fonte: Só Notícia Boa

    Veja também
  • Veterinária responde dúvidas de ouvintes sobre desidratação e banhos no inverno
  • Vacina brasileira contra a dengue é patenteada e deve chegar ao mercado nos próximos meses
  • Golpe promete desconto em óculos de sol para roubar perfis em redes sociais
  • Guarda Civil apreende rapaz com pinos de cocaína e R$70 em Capivari
  • Comércio vendeu mais no Dia dos Namorados afirma pesquisa
  • Maior vestibular do País, prova da Fuvest terá reconhecimento facial dos candidatos
  • Blitz da Lei Seca autua 73 motoristas; Seis deles podem pegar até três anos de cadeia
  • Atenção às medidas de segurança na passagem pelos pedágios eletrônicos; lei determina retirada de cancelas
  • Artista que faz estátua viva em Capivari passa por dificuldades e tem morado na rua
  • Dpvat já indenizou 148 mil vítimas em 2018
  • 62% dos jovens brasileiros têm o desejo de morar fora do país, revela pesquisa
  • 60% dos torcedores trocaria título do time por hexa na Copa, diz pesquisa
  • Provimento regulamenta teletrabalho nos cartórios de notas e de registro
  • Inverno exige cuidado redobrado com a pele
  • Preços dos combustíveis diminuem, mas gasolina e álcool estão mais caros que antes da greve

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000