• Notícias
    Data da publicação: quinta-feira, 01 de março de 2018
    Quadrilha morta em Campinas é a mesma que explodiu agência bancária em Mombuca
    Polícia afirma que quadrilha estava a caminho de ação criminosa quando foi surpreendida.
    Por: Tonny Machado
    E-mail


    Foto: Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Baep)

    Sete suspeitos de integrar uma quadrilha de explosão à caixa eletrônicos foram mortos em confronto com a Polícia Militar em Campinas na noite desta quarta-feira (28).

    De acordo com a corporação, o grupo é suspeito também de ter explodido uma agência bancária na cidade de Mombuca. Segundo o 1º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP), uma informação dava conta de que a quadrilha, de aproximadamente dez indivíduos fortemente armados, estava a caminho do município de Joanópolis – SP para explodir as agências bancárias da cidade. Depois eles passariam por uma estrada de terra que liga a Rodovia Dom Pedro I ao distrito de Joaquim Egídio, em Campinas.


    Uma operação foi montada e, quando equipes policiais que estavam pela região tentaram abordar dois veículos suspeitos, foram recebidos à tiros. Sete criminosos foram mortos e dois fugiram.

    Ao todo, foram apreendidas 11 armas, sendo um fuzil e três metralhadoras, além de grande quantidade de munições e explosivos. Dez viaturas e 40 Policiais Militares se envolveram na ação. Nenhum policial se feriu.


    Além da agência de Mombuca, a quadrilha já explodiu bancos na cidade de Joanópolis anteriormente e roubaram bancos nas cidades de Delfinópolis (MG) e Borda da Mata (SP). Os bandidos sempre faziam uso de armamento de grosso calibre, sempre trajando roupas como botas, máscaras, calças táticas, luvas e trajes de neoprene.

    Fugitivos

    Na manhã desta quinta-feira (01), a Polícia Militar recebeu informações que havia um homem ferido na estrada municipal de Campinas Isabel Fregoso Ferrão. No local, os policiais encontraram, em meio ao mato, um colete balístico e um dos indivíduos que havia fugido na noite passada.

    O homem, de 34 anos, possui passagem criminal por receptação. Ele foi socorrido e encaminhado para a Unicamp com ferimentos de tiros na perna e na mão direita.


    Veja também
  • Veterinária responde dúvidas de ouvintes sobre desidratação e banhos no inverno
  • Vacina brasileira contra a dengue é patenteada e deve chegar ao mercado nos próximos meses
  • Golpe promete desconto em óculos de sol para roubar perfis em redes sociais
  • Guarda Civil apreende rapaz com pinos de cocaína e R$70 em Capivari
  • Comércio vendeu mais no Dia dos Namorados afirma pesquisa
  • Maior vestibular do País, prova da Fuvest terá reconhecimento facial dos candidatos
  • Blitz da Lei Seca autua 73 motoristas; Seis deles podem pegar até três anos de cadeia
  • Atenção às medidas de segurança na passagem pelos pedágios eletrônicos; lei determina retirada de cancelas
  • Artista que faz estátua viva em Capivari passa por dificuldades e tem morado na rua
  • Dpvat já indenizou 148 mil vítimas em 2018
  • 62% dos jovens brasileiros têm o desejo de morar fora do país, revela pesquisa
  • 60% dos torcedores trocaria título do time por hexa na Copa, diz pesquisa
  • Provimento regulamenta teletrabalho nos cartórios de notas e de registro
  • Inverno exige cuidado redobrado com a pele
  • Preços dos combustíveis diminuem, mas gasolina e álcool estão mais caros que antes da greve

  • (19) 3491-1750
    R. Gal. Osório, 1047 Capivari / SP | CEP:13360-000