• Parabólicas
    Data da publicação: terça-feira, 02 de maio de 2017
    Ídolo do basquete dá show de humildade na rua
    Por: Redação
    E-mail


    Uma lição de humildade, basquete e confiança surpreendeu jovens de Gainesville, na Flórida, EUA. (vídeo abaixo)

    Tudo começou quando a polícia recebeu uma reclamação de que jovens estavam fazendo barulho na rua.

    Ao chegar no local, o policial norte-americano Bobby White viu que a garotada estava jogando basquete.

    Em vez de repreender os meninos, Bobby pegou a bola e começou a jogar com eles.

    Minutos depois outros adolescentes se aproximaram e entraram no jogo.

    Na saída, o policial pediu um favor: tentem não fazer muito barulho para evitar reclamações e prometeu voltar e levar reforço para jogar com os jovens.

    No dia seguinte, durante reunião com colegas da polícia – em que explicaria o plano de jogar com os meninos na rua – Bobby White teve uma surpresa.

    A surpresa

    De repente entrou pela porta Shaquille O’Neal, ídolo do basquete norte-americano.

    “Alguém me disse que uma pessoa precisava de reforço e eu vim pra ajudar”, falou o ex-jogador da NBA, que tem 2,16 metros de altura e 45 anos.

    Nem os policiais acreditaram no que estavam vendo.

    Eles foram no mesmo dia à rua de Gainesville e Bobby anunciou à garotada que estava trazendo o reforço prometido.

    Quanto Shaquille O’Neal saiu do carro houve espanto. Todos aplaudiram. A vizinhança não conseguia acreditar que a estrela do basquete estava ali.

    Os policiais e o ídolo do basquete então jogaram com os adolescentes.

    Mensagem

    No final da partida Shaquille O’Neal chamou os garotos para uma conversa série e deu um conselho inesquecível:

    “Eu estou muito orgulhoso de vocês. Fiquem longe de problemas, escutem seus pais, respeitem os idosos e vocês podem ser quem quiserem ser. Eu sou de um bairro igualzinho ao de vocês. Eu cresci igualzinho a vocês e só você pode mudar isso aqui”.

    E fez os garotos repetirem com ele:

    “Eu me tornarei o que eu quiser. E serei um líder e não um seguidor. Eu respeitarei meus colegas e idosos e especialmente meus pais.”

    E a estrela do basquete concluiu:

    “Galera, eu amo vocês”

    Esta história aconteceu há 1 ano, mas a mensagem vale para sempre.


    Assista:



    Fonte: SóNoticiaBoa

  • Veja mais parabólicas