• Parabólicas
    Data da publicação: terça-feira, 30 de janeiro de 2018
    5 benefícios que o voluntariado traz para a sua saúde
    Por: Redação
    E-mail



    Na teoria, muita gente considera o trabalho voluntário em orfanatos, asilos e hospitais como algo bonito e que “um dia irá fazer parte disso”. Porém, na prática muita gente se esquece de realmente colocar a mão na massa e trabalhar em prol de pessoas mais necessitadas.

    Apesar de o voluntariado ser algo que beneficia quem está recebendo a ajuda, ele também pode causar impactos positivos na vida de quem o pratica. A Ciência detectou 5 vantagens na saúde de quem tira um tempinho para olhar para os outros:

    1. Diminui o estresse

    O dia a dia é capaz de tornar nossa vida muito estressante, afastando as pessoas de praticarem o voluntariado por medo de mais sobrecarga emocional. Acontece que dois estudos publicados em 2013 mostram que a prática, na verdade, ajuda a diminuir a tensão e a ficar mais relaxado. Praticar o bem tem um efeito libertador na vida das pessoas.

    2. Reduz incidência do uso de drogas

    A universidade de Oxford publicou em 2015 que adolescentes e universitários que praticam o voluntariado têm mais chances de abandonar vícios em drogas ou álcool, além de outros comportamentos considerados nocivos. A prática também previne que esses vícios surjam no futuro, tornado a vida do voluntário mais saudável.

    3. Previne contra doenças do coração

    O sedentarismo tem elevado as taxas de sobrepeso da população e aumentado o risco de doenças cardiovasculares. Se você faz parte deste grupo e não tem ânimo de se exercitar, o voluntariado pode ser um caminho mais viável: um estudo de 2013 feito com alunos do Ensino Médio mostrou que os que praticavam o bem para desconhecidos tinham o colesterol e o peso mais adequados para a idade do que aqueles que não ajudavam o próximo.

    4. Aumenta a felicidade

    Um estudo de 2005 mostrou o cérebro dos praticantes de voluntariado liberam mais hormônios como a dopamina e a serotonina, que nos deixam mais felizes naturalmente. Consequentemente, a autoestima será mais elevada, os índices de depressão cairão e a capacidade de lidar com as mais diferentes situações será aprimorada.

    5. Diminui o risco iminente de morrer

    A prática do voluntariado não tem idade: pode ser feita em qualquer fase da vida, mesmo depois que você já se tornou adulto ou idoso. Um estudo publicado em 2013 mostrou que pessoas mais velhas que praticam ações em prol da sociedade possuíam menos chances de morrer subitamente, mesmo que tivessem a saúde impecável antes de exercer o bem.

    Fonte: Mega Curioso

    Veja mais parabólicas