• Parabólicas
    Data da publicação: sexta-feira, 30 de março de 2018
    Contra a solidão, idosas japonesas estão cometendo crimes para viverem na prisão
    Por: Redação
    E-mail



    A solidão é um problema crônico no Japão. O isolamento dentro das grandes metrópoles parece não distinguir entre idade para assolar aos japoneses hoje, e uma matéria de uma revista apontou um estranho e melancólico fenômeno que vem acontecendo entre a terceira idade, em especial mulheres, no país: uma em cada cinco presas no Japão é idosa – e o motivo apontado pela revista para tal fenômeno é a solidão.

    Segundo consta, essas senhoras escolhem cometer pequenos delitos para serem condenadas e conseguirem, assim, escapar tanto de familiares abusivos, da pobreza ou simplesmente do sentimento de solidão propriamente. Estima-se que seis milhões de idosos vivam sozinhos no país. A grande maioria é presa por furto, e muitas o fazem por não desejarem se sentir como um fardo para os familiares.

    Outras juntam tal desejo à falta de dinheiro, e roubam para poderem se alimentar – algumas são presas pela primeira vez em idades realmente avançadas, entre 80 e 90 anos. Por conta de tal fenômeno, os custos médicos entre as presas vem aumentando consideravelmente – cerca de 80% nos últimos 20 anos.

    O Japão é o país com a população mais idosa do mundo, com cerca de 27% de pessoas com mais de 65 anos entre os 127 milhões de habitantes.

    Fonte: Hypeness

    Veja mais parabólicas