Compartilhe

Nesta terça-feira (31), o secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, confirmou a primeira morte provocada pela variante Delta no estado. A morte aconteceu na cidade de Piracicaba e teve como vítima uma senhora de 74 anos, com comorbidades e já vacinada. A informação já havia sido divulgada na segunda-feira (30) pela secretaria municipal da Saúde de Piracicaba, mas só foi confirmada hoje.

Até o momento, o governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB),  não comentou o caso, dizendo que irá falar apenas na coletiva de imprensa sobre o combate ao coronavírus nesta quarta-feira (1).



Segundo estudos sobre a variante, ela possui uma maior transmissibilidade e ataca mais o sistema imunológico, que é responsável pelas defesas do corpo humano. O governo afirma que a única forma de se proteger da nova mutação é através do seguimento dos protocolos de segurança da OMS e da vacinação completa da população.