Compartilhe

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) negou, neste domingo (16), um pedido de prisão contra William Bonner. A ação solicitava a detenção do âncora do Jornal Nacional por incentivar a vacinação contra a Covid-19 em crianças e adolescentes.

O autor do requerimento, o advogado Wilson Issao Koressawa, entrou com um mandado de segurança cível acusando o jornalista de participar de uma suposta organização criminosa, composta por outros jornalistas da emissora, para falar sobre os impactos positivos da imunização contra a doença causada pelo novo coronavírus e o combate à pandemia.



O advogado declarou, sem apresentar evidências, que Bonner comete os crimes de indução de pessoas ao suicídio, de causar epidemia e de “envenenar água potável, de uso comum ou particular, ou substância alimentícia ou medicinal destinada a consumo”. Ele ainda solicitou que o apresentador fosse impedido de “incentivar a vacinação obrigatória de crianças e adolescentes e a exigência de passaporte sanitário”.

A juíza responsável pela decisão classificou o pedido do advogado como descabido, declarando que a iniciativa se assemelha a panfletagem política ao recorrer a teorias da conspiração sem qualquer base científica ou jurídica. Além de Bonner, o advogado ainda solicitou a suspensão da “vacinação obrigatória em todo o país, principalmente de crianças e de adolescentes, bem como da exigência do passaporte sanitário, até que sejam realizados exames periciais dos componentes de todas as vacinas”. A magistrada que analisou o pedido determinou o arquivamento do processo.

Na noite de domingo (16), William Bonner postou no Instagram uma selfie em preto e branco na qual está com expressão de espanto. Os olhos arregalados ganharam conotação cômica pela notícia a respeito dele repercutida na internet pouco antes. Na postagem da selfie, legendada apenas com a data de domingo, centenas de seguidores deixaram mensagens de apoio ao jornalista da Globo: “Essa seria a sua foto da prisão, tio? Kkkkkkkk”, ironizou um usuário.