Compartilhe

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta quinta-feira (20) a aplicação do imunizante CoronaVac em crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos – exceto em casos de menores imunossuprimidos (com baixa imunidade). A decisão foi tomada durante reunião extraordinária da diretoria colegiada.

Crianças e adolescentes com comorbidades também poderão receber a vacina, que será aplicada em duas doses, com intervalo de 28 dias. A vacina é a mesma utilizada atualmente na imunização de adultos, sem nenhum tipo de adaptação para uma versão pediátrica.



A decisão foi unânime. Ao todo, cinco diretores votaram a favor da liberação: Meiruze Sousa Freitas, Alex Machado Campos, Rômison Rodrigues Mota, Cristiane Rose Jourdan e o próprio diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres.

O Butantan vem pedindo a liberação desde julho de 2021, sendo negado no início pela falta de dados suficiente para a liberação. Em dezembro, houve outro pedido, mas dessa vez com a entrega de mais de 10 estudos para a agência.

Em São Paulo, o Governador João Doria declarou que há cerca de 15 milhões de doses de forma imediata, conseguindo abranger 5,6 milhões de crianças pertencentes do grupo no Estado.

Fonte: Agência Brasil