Compartilhe

Na manhã desta terça-feira (14), um avião de pequeno porte (King Air B200) caiu no município de Piracicaba. A tripulação era composta por Celso Silveira Mello Filho (empresário e acionista da usina Raízen de 73 anos), sua esposa Maria Luiza Meneghel (71 anos), seus três filhos, Celso Meneghel Silveira Mello (46 anos), Fernando Meneghel Silveira Mello (46 anos) e Camila Meneghel Silveira Mello Zanforlin (48 anos), o piloto Celso Elias Carloni (39 anos) e o copiloto Giovani Dedini Gulo (24 anos).

Foto: Reprodução
Celso Silveira Mello Filho

Irmão do bilionário Rubens Ometto Silveira Mello, Celso era empresário e economista. Em seus 73 anos de vida, já participou da coordenação geral na implantação de projetos na Usina Costa Pinto S/A – Açúcar e Álcool, ao qual trabalhou para o aumento da produção de álcool. Ele exercia cargos simultâneos em empresas nos estados de São Paulo, Paraná, Tocantins e Pará, todas na área da agricultura e pecuária. Celso também já foi presidente do Esporte Clube XV de Piracicaba.



Os gêmeos Celso e Fernando

Outras duas vítimas foram os gêmeos Celso e Fernando, de 46 anos. Ambos eram atletas. Celso era piloto de autocross, onde foi tricampeão brasileiro. Já Fernando era campeão sul-americano de tiro esportivo.

O piloto Celso Elias Carloni

Já o piloto piracicabano Celso Elias Carloni tinha 39 anos. Trabalhava com aviação há quase 20 anos, onde atuava como comandante em quatro empresas desde 2008.