Compartilhe

O conflito provocado pela invasão do território ucraniano pela Rússia já prejudica a economia global, com o encarecimento de alimentos e do petróleo reforçando a inflação em todo o mundo. Mas o impacto econômico dessa guerra ameaça de forma mais direta dois grupos de países, dizem especialistas -na Europa, por causa da dependência de algumas nações do gás natural russo, e, na África, onde parte relevante da oferta de alimentos depende da produção do leste europeu hoje sob ataques.

Além das inestimáveis perdas provocadas pelas mortes e vítimas na Ucrânia e na Rússia -os dois países mais diretamente impactados pelo conflito-, as economias de alguns países na Europa e na África devem ser sofrer porque dependem de produtos comprados de russos e ucranianos, dizem especialistas em relações internacionais ouvidos pelo UOL. O Brasil também não escapa, por causa do petróleo e de fertilizantes, principalmente.



Os países que vão sentir mais impacto com essa crise são, primeiramente, os mais vulneráveis, aqueles que já sofrem por causa dos alimentos. Depois, os países que dependem muito de fontes de energia da Rússia.

Fonte: Uol