Compartilhe

A foto de um celular danificado por um disparo de arma de fogo viralizou essa semana nas redes sociais. O que chamou a atenção foi que a capinha do aparelho, do personagem de desenho animado ‘Hulk,’ é que não permitiu que a bala penetrasse na vítima, um homem que não teve a identidade divulgada.

O médico Pedro Carvalho foi quem divulgou as imagens nas redes sociais. Ele estava na sala de emergência, na tarde da última quinta-feira (7), quando o paciente deu entrada no Hospital Universitário (HU), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. “O SAMU estacionou na porta, a gente viu pelas sirenes. O pessoal já vinha falado que era um baleado. A gente se preparou, normalmente, a gente presume que o baleado seja um paciente grave. A gente colocou a maca, calçamos as luvas, já estava tudo preparado para atender”, relatou.



O curioso foi que o homem foi salvo graças ao celular e o ‘super poder’ da capinha do ‘Hulk’. A bala passou de raspão pelo quadril da vítima e atingiu apenas o telefone. “Quando o SAMU entrou com o paciente, ele estava consciente, acordado, conversando, e muito assustado. Ele não tinha sangue, não tinha nenhuma marca de ferimento. O cirurgião passou assumir o caso, passou a examinar e o paciente relatou que estava doendo no local do quadril. Quando ele foi ver o celular estava na frente, ficou com uma dor no impacto, mas não havia nada, sequer penetrou a pele. O paciente foi embora em poucos minutos”, contou o médico.

A Polícia Militar de Pernambuco emitiu uma nota sobre a tentativa de assalto: A Polícia Militar informa que foi acionada para uma ocorrência de tentativa de assalto na zona rural de Petrolina. Ao chegar ao local os suspeitos já haviam se evadido. A vítima, que foi atingida de raspão na região do quadril, foi socorrida pelo SAMU, para o Hospital de Traumas e passa bem. As Guarnições fizeram diligências no local, mas ninguém foi identificado.

Fonte: Só Notícia Boa