Compartilhe

Um dos maiores crematórios de Bhopal (estado de Madhya Pradesh, Índia) vai construir um parque com as cinzas de milhares de vítimas da Covid-19, na segunda onda da pandemia. Os restos mortais das vítimas não foram coletados pelos familiares no crematório.

Devido à Covid-19, pacientes de diferentes partes do estado se deslocaram para tratamento em vários hospitais. Muitos morreram. Os membros da família não puderam levar suas cinzas devido a restrições impostas pelo governo. O jeito foi estocar os restos mortais .



De acordo com informações, há 21 caminhões carregados de cinzas de vítimas do coronavírus. Pôr as cinzas no rio Ganges, como manda a tradição hindu, está fora de cogitação. Então, uma das saídas encontradas para o destino de parte das cinzas foi usá-las na criação do parque, que terá 4 mil árvores plantadas. A cidade tem um histórico de poluição industrial e iniciativas ambientais são sempre bem-vindas.

As cinzas serão usadas como adubo para o plantio das árvores. O parque será uma homenagem aos que morreram na pandemia. O segundo país mais populoso do mundo já registrou, oficialmente, 30,8 milhões de casos de Covid-19, com 406 mil mortes. Especialistas, porém, acreditam que os números sejam bem maiores, por causa da subnotificação de casos.