Compartilhe

Benício Esmanhoto Hoffmann, de 7 anos, estava andando de bicicleta com o pai na rua, em Curitiba (PR), quando se desequilibrou e bateu com o guidão em um carro fazendo um risco. Preocupado com seu “erro”, ele deixou um bilhete pedindo desculpas ao dono. No bilhete, ele escreveu: “Desculpa eu “batin” no seu carro. Me desequilibrei na bicicleta. Aqui está o telefone do meu pai”.

Ao encontrar o bilhete, o dono do carro, Marcelo Martins, postou uma foto do pedido de desculpas nas redes sociais. A foto, de domingo (13), viralizou. Em entrevista, Marcelo afirmou que foi surpreendido pelo gesto do menino.



“A gente acha que alguém que bate no seu carro pode sair correndo, ainda mais nesta idade, mas eu achei um gesto de uma doçura, de uma honestidade grande. Eu procurei de todos os lados, meu carro estava meio sujo e nem reparei. Se não fosse o bilhete eu nem tinha notado”, disse Marcelo.

Em entrevista ao G1, Benício contou que, logo que ocorreu a situação, voltou para casa pensando em como pagar com seu próprio dinheiro. “Na hora eu pensei: vou parar de andar bicicleta e pronto, acabou minha vida de ciclista. Eu fiquei anos juntando um pouquinho [de dinheiro] e daí tudo isso ia ser despejado em uma coisinha só. Fiquei precupado, mas o bem sempre vai e volta”, disse o menino.

Marcel, pai de Benício, disse que o filho sempre reúne as moedas que ganha no dia a dia ou como presente em datas comemorativas, como no Natal — a criança queria usar seu dinheiro para pagar o conserto. “Ele ficou muito incomodado, ficou perguntando se ia custar caro. Ele até juntou um trocadinho dele e ficou se lamentando que o dinheirinho dele não ia dar para pagar”, disse Marcel.

Benício relatou que em nenhum momento pensou em “fugir” das responsabilidades. Segundo ele, o mundo já está “ruim demais para mais pessoas fazerem o mal”.



Fonte: G1