Compartilhe

O ex-soldador, Henrique Albertasse, de 26 anos, trocou o emprego estável, em uma montadora de carros, para se tornar manicure, em Hortolândia, interior de SP. E a mudança foi incrível para o bolso dele! Mesmo enfrentando piadas e preconceito com o seu novo trabalho, hoje, o profissional de alongamento de unhas de fibra nem liga para as provocações, mesmo porque ele ganha três vezes mais!

“Eu trabalhava em uma metalúrgica e 95% dos meus colegas eram homens. Claro, houve chacota do pessoal, mas isso não tirou o foco do meu objetivo. […] Eu sempre cresci nas empresas que trabalhei, mas o que não mudava era o meu salário e isso era frustrante”, explicou Henrique, dizendo que a estagnação salarial foi um dos fatores que o motivaram na mudança de profissão.



O mais novo manicure se profissionalizou em ‘nail designer’.  Henrique trabalha há seis meses com alongamento de unhas de fibra ultra realista, com decoração personalizada para cada cliente. O interesse do ex-metalúrgico pelo ramo surgiu por intermédio da irmã, que já atua na área há pelo menos cinco anos.

“Eu percebia como ela tinha uma rotina flexível, além de uma estabilidade financeira boa. Todos esses atrativos chamaram a minha atenção para a área”, contou. E mais: o ex-soldador disse que tem tido mais qualidade de vida. Na área anterior, ele acordava às 4h30, pegava ônibus para ir trabalhar e fazia turno das 6h às 15h. E ainda emendava o dia e trabalhava como nail designer até às 22h. E o que era uma renda extra, acabou se tornando a profissão dele.

“Eu nunca havia pegado um esmalte na mão”, recorda. “Minha irmã, como instrutora, tem me ajudado nesta trajetória […] Ela sempre me incentivou. Em seis meses trabalhando com “nail art”, o ex-soldador – que era anônimo no chão de fábrica – hoje faz sucesso! Ele tem mais de 241 mil seguidores no Instagram, fora a agenda lotada de clientes interessadas em seus alongamentos de unha. Graças ao sucesso, Henrique tem sido procurado para ser embaixador de marcas de beleza.

Fonte: Só Notícia Boa