Compartilhe

Golpistas estão roubando o dinheiro do Fundo de Garantia de trabalhadores.

De acordo com reportagem publicada no jorn al O Globo, as fraudes acontecem por meio do aplicativo Caixa Tem e envolvem os saques emergenciais de mil e 45 reais, liberados pelo governo federal como forma de tentar amenizar a crise econômica causada pela pandemia de coronavírus.



Fontes ligadas ao banco falam em perdas mensais em torno de 2 milhões de reais.

Para aplicar o golpe, os criminosos usam o nome do trabalhador e o CPF; se cadastram no aplicativo Caixa Tem com um e-mail falso, criando, portanto, uma conta poupança fraudulenta em nome da vítima e, assim, conseguem acesso ao dinheiro.

Quando o benefício é depositado, e enquanto não é liberado para saque, os golpistas conseguem pegar o dinheiro pagando boletos que eles mesmos geram.

A vítima só percebe que caiu no golpe quando tenta se cadastrar no Caixa Tem e o sistema acusa que um cadastro já foi feito com o CPF dela.



A melhor forma de se proteger, portanto, é cuidando dos seus dados.

Não forneça número de seus documentos a terceiros e jamais compartilhe as suas senhas.

Outra recomendação é usar somente os canais oficiais da Caixa para informações sobre o saque emergencial do FGTS.

Desconfie sempre e não clique em links recebidos por SMS, WhatsApp ou redes sociais para acesso a contas e supostos valores.