Compartilhe

A partir desta terça-feira (17), chegaram ao fim as medidas de restrições em estabelecimentos comerciais no estado de São Paulo. Isso significa que agora, não há mais limite de horário ou número de clientes nos estabelecimentos.Mesmo com a liberação, as medidas como distanciamento social, higienização com álcool em gel e o uso de máscara são reforçados, sendo este último obrigatório. 

Foto: Reprodução

A medida da gestão do governo de João Doria foi uma surpresa, uma vez que mesmo com a queda dos número de casos e mortes por Covid-19 no estado, ainda há um percentual pequeno — 28% no estado de São Paulo, segundo o G1 — de pessoas totalmente imunizadas e o surgimento de uma variante delta.



Dentre os estabelecimentos contemplados por esta mudança, estão bares, restaurantes, shoppings, cinemas, lojas, entre outros serviços. Vale ressaltar que lugares como parques já possuem tal liberação desde o dia 1º de agosto. Mas, algumas atividades continuarão com restrições. Esse é o caso de eventos com público em pé, torcidas em estádio e pistas de dança, que só devem retornar em novembro.

Ainda que o Governo do Estado de São Paulo tenha dado o aval para o fim das restrições, essa decisão pode ser tomada pelos prefeitos dos municípios. Na região do ABC Paulista, oito cidades optaram por manter as restrições no momento, levando uma capacidade de até 80% do público.

É importante falar que mesmo com a liberação, é de suma importância o uso de máscara, a higienização das mãos e o respeito com o distanciamento social até as taxas de contaminação sejam mínimas. Além disso, a vacinação é a alternativa para combater este vírus, então fique de olho na faixa etária de sua cidade e não se esqueça da segunda dose.