Compartilhe

Nesta quinta-feira (26), a Polícia Militar Ambiental emitiu uma multa de R$8,9 milhões após um incêndio no município de Mombuca. A área atingida corresponde a três fazendas mais a parte de preservação, que somadas dão 5,5 Km². O fogo foi detectado através de imagens do satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Foto: Divulgação/ Polícia Militar Ambiental

O incêndio atingiu uma área de cultivo de cana-de-açúcar, que equivale a 3,5 Km². A Polícia Militar Ambiental também informa que o fogo chegou em partes de preservação ambiental permanente. Nesse local, há a presença de curso d’água e vegetação em estágio médio de regeneração, totalizando cerca de 199,3 hectares (1,9 Km²).



Um dos funcionários da empresa arrendatária acredita que o incêndio foi criminoso. Além disso, a polícia observou que os aceiros (medida para evitar a propagação de fogo através de vãos de terra na vegetação) estavam irregulares, com uma distância menor que seis metros de largura e com manutenção irregular.

Ao todo foram aplicadas multas por “destruir ou danificar demais formas de vegetação natural em área considerada de preservação permanente sem autorização do órgão ambiental”. A soma do valor chega a R$8,9 milhões.