Compartilhe

Tóquio e mais 12 governos regionais solicitaram medidas de combate às infecções por coronavírus ao governo central, disse o ministro da Economia, Daishiro Yamagiwa, em meio à preocupação de que infecções pela Ômicron vão sobrecarregar o sistema de saúde.

As medidas permitem que governadores estabeleçam restrições à mobilidade e aos negócios, incluindo horários de funcionamento mais curtos para bares e restaurantes. Uma decisão oficial sobre as medidas quase emergenciais, como são chamadas, pode ser divulgada nesta quarta-feira, disse o jornal Yomiuri.



Várias restrições já foram decretadas no início deste mês em três regiões que abrigam instalações militares dos Estados Unidos, após surtos da Ômicron nessas bases se espalharem para a população japonesa.

A taxa de ocupação de leitos hospitalares em Tóquio para pacientes com covid-19 subiu para 23,4% hoje. Segundo autoridades, um aumento 50% justificaria declaração de estado de emergência completo.

FONTE: Agência Brasil