Compartilhe

A inciativa e a inocência de uma criança. O menino João Bernardo, de 9 anos, órfão de pai há dois anos – e preocupado com o pagamento do aluguel da casa onde vive – decidiu comprar uma casa para a mãe.

O garotinho, de Maringá, no Paraná, entrou em um aplicativo e ofereceu R$ 50 por mês para comprar uma casa de R$ 110 mil em Sergipe.



João Bernardo guarda o dinheirinho que recebe em um cofrinho e achou que com isso poderia ajudar na compra do imóvel.

“Ele faz terapia, ainda tem um trauma muito grande da perda [do pai], mas a repercussão dessa história deixou ele feliz, o que é muito bom”, afirmou a mãe, a diarista Daiana Campiolo, de 38 anos.

Foi o próprio menino quem contou à mãe que tinha visto uma casa com três quartos pra família morar. Quando viu a troca de mensagens entre o menino e o vendedor, Daiana ficou tão tocada com a iniciativa inocente da criança, que postou o diálogo nas redes sociais. A postagem viralizou.

Pelo aplicativo, o menino ofereceu pagar parcelas de R$ 50 para comprar a casa. Ele queria pagar os R$ 50 por meses até chegar ao valor total do imóvel. O dono do imóvel respondeu que não tinha condições e que o mínimo por mês teria que ser de 1.376 reais por mês.  O menino escreveu que estava procurando uma casa nova porque a que moram é pequena e ele quer que a mãe pare de pagar aluguel. Daiana disse que o filho sonha com a casa própria da família e que ele guarda todas as moedas que recebe em um cofrinho, para realizar o desejo.



Fonte: Só Notícia Boa