Compartilhe

Nesta segunda-feira (09), alguns moradores de rua que foram levados à outras cidades por ordem do Prefeito de Monte Mor, Edivaldo Brischi (PTB), tiveram sua vontade atendida e retornaram ao município de origem. A decisão foi tomada em uma reunião com a Promotoria e Procuradoria de Justiça. 

Foto: Douglas Belan/TV TEM

A ação do mandatário ocorreu em 13 de julho, quando o próprio fez uma live explicando o que o motivou a fazer isso. Ele foi alvo do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e das Defensorias Públicas da União do Estado, e aguarda atualizações.



Na cidade de Boituva, onde um grupo foi deixado e feito a denúncia à Polícia Civil, pelo menos três pessoas em estado de vulnerabilidade retornaram à Monte Mor.

Em nota, a Prefeitura de Monte Mor informou que ajudará essas pessoas com um pernoite e a possibilidade de receber o bolsa trabalho do município.

“A Prefeitura de Monte Mor, que sempre prezou pela dignidade humana, em reunião entre as técnicas de assistência social da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social, a Promotoria e a Procuradoria de Justiça do município, estabeleceu que a vontade dos moradores em situação de rua da cidade seria atendida. Desta forma, aos que retornaram a Monte Mor no dia de hoje, foi oferecido pernoite em local apropriado e também a possibilidade de integrar o programa de Bolsa Trabalho de Monte Mor”