Compartilhe

Ouvintes da Raízes FM dos bairros Pinhalzinho e Jardim Imperial, frequentemente enviam relatos de transtornos e acidentes causados por uma travessia improvisada de acesso ao bairro Castelani, e pedem por uma construção de uma passarela definitiva pelo poder público.

A moradora do Jardim Imperial, Marly, enviou um vídeo relatando a situação do local e disse, “esses dias eu até caí aqui e fraturei uma costela, fui parar na Santa Casa”, a ouvinte completou dizendo que utiliza a travessia para trabalhar.



Em resposta, a Prefeitura de Capivari informou que no ano de 2015 a empresa responsável pela construção do loteamento fez uma solicitação junto a CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) para a liberação da obra e esse pedido foi negado. Ainda segundo o comunicado, a própria prefeitura já fez uma outra solicitação ao órgão e que também foi negada.

Apesar das solicitações não atendidas, o poder executivo da cidade de Capivari, garantiu que “está verificando a possibilidade de uma nova solicitação junto à CETESB, diante de uma decisão da justiça em outros casos semelhantes, que deverá ser avaliado também pelo Ministério Público local.”