Compartilhe

A família de Fernanda Manzutti da Rocha, da cidade de Jundiaí, criou a campanha “Salve a Fernandinha” para arrecadar R$ 8 milhões para um tratamento que é feito nos Estados Unidos e que é a última esperança de cura para a menina que tem Leucemia.

Fernandinha, que tem 11 anos, sempre foi uma menina saudável, cheia de vida e com uma vontade imensa de viver e interagir com as pessoas. Porém, em dezembro de 2019, ela começou a sentir dores nas pernas.



Como ela era muito ativa, fazia balé, jazz, natação e ainda participava do corpo de baile da escola onde dançava, a princípio, ninguém achou que pudesse ser alguma coisa mais grave.

Depois de muitas dores e uma incessante visita a médicos e especialistas, em 17 de fevereiro do ano passado ela foi diagnosticada com Leucemia Linfóide Aguda (LLA), um câncer que atinge o sistema imunológico e medula óssea. A doença é agressiva e não espera.

De lá para cá, foram tentados no Brasil todos tratamentos disponíveis (quimioterapias, imunoterapias, e outros), infelizmente, sem sucesso.

Sua última e única chance, agora, é fazer um tratamento revolucionário de terapia genética, conhecido como CAR-T CELL, que realiza uma reengenharia das células de defesa para que estas eliminem especificamente as células cancerígenas, com ótimas possibilidades de cura.



O problema é que este tratamento existe apenas em poucos países no exterior e não está disponível no Brasil. Além disso, todo o tratamento, mais os custos no exterior, estão estimados em R$ 8 milhões (U$ 1,5 milhões dólares).

Sem condições de arcar com todo essa quantia, os pais de Fernandinha criaram a campanha #SalveAFernandinha. Através de uma vaquinha on-line, a família espera que possa arrecadar o dinheiro para o tratamento.

“Precisamos conseguir logo o tratamento, corremos contra o tempo, por isso, se puder, COLABORE!”.

Fernandinha passa por idas e vindas do hospital desde que foi diagnosticada com a doença. Segundo Melissa, mãe da menina, a doença está progredindo rápido e, nas redes sociais, fez um apelo por ajuda.

A campanha ganhou proporção nacional ao ser compartilhada nas redes sociais de famosos como o ex-jogador de futebol Kaká, os sertanejos Daniel e Zezé di Camargo, as atrizes Deborah Secco e Carolina Dieckmann e a campeã do BBB21, Juliette Freire.

Interessados em ajudar, podem doar através do site da vaquinha ou direto nas contas da família:

Caixa Econômica Federal:

Agência: 0316

Poupança: 0846775452-2

Nome: Fernanda Manzutti da Rocha

Caixa Econômica Federal (PIX):

PIX 11 97540 9718

Nome: Melissa Manzutti de Freitas

Bradesco

Agência: 3642

Conta Corrente: 4736-8

Nome: Melissa Manzutti de Freitas