Compartilhe

Se você é desses que costuma passar horas sentado, especialmente quando está trabalhando, é melhor pensar em uma forma de mudar os hábitos. Uma pesquisa feita por cientistas da Finlândia identificou que passar mais tempo de pé ajuda o corpo a funcionar melhor e produzir substâncias essenciais para prevenir doenças crônicas, como diabetes do tipo 2. 

Os pesquisadores perceberam que as pessoas que costumam ficar em pé com frequência tem uma maior sensibilidade à insulina, por exemplo. O hormônio ajuda a regular os níveis de glicose no sangue. Quem tem diabetes do tipo 2 apresenta uma resistência maior à insulina e impede que essa regulação seja feita da forma correta. 



Muito se sabe sobre os benefícios de atividades físicas no controle de doenças crônicas. Porém, o novo estudo mostra que há uma diferença no organismo de quem fica mais tempo sentado ou  mais tempo em pé.  “Essa associação não foi mostrada antes. Essas descobertas incentivam ainda mais a substituição de uma parte do tempo sentado diário por ficar em pé, especialmente se as recomendações de atividade física não forem atendidas”, disse um dos pesquisadores.

A pesquisa também mostra que uma composição corporal saudável é extremamente importante para o metabolismo. Um percentual de gordura elevado foi mais determinante com relação à sensibilidade à insulina do que atividade física ou tempo gasto sentado. “Nosso objetivo é estudar se a redução em uma hora do tempo diário sentado tem impacto no metabolismo energético e no acúmulo de gordura no fígado e em todo o corpo, por exemplo, além da sensibilidade à insulina e regulação do açúcar no sangue”.

Fonte: Hypeness