Compartilhe

Câmeras instaladas na residência de um casal flagraram o momento em que policiais civis arrombaram o portão e invadiram uma casa por engano em Curvelo (MG), na última sexta-feira (28). “Eu falei assim com minha esposa, liga para a polícia que deve ser algum assaltante, quando eu olho é a polícia e já tinha arrebentado meu portão e já tava na ‘beira’ da minha janela querendo arrebentar até a porta”, explicou o aposentado Aristeu Duarte.

As imagens mostram a equipe chegando e estacionando a viatura na rua. Em seguida, os policiais descem. Enquanto dois permanecem com as mãos nas armas, outro usa uma barra de ferro para arrombar o portão. A Polícia Civil diz que ação foi realizada dentro da legalidade e que danos serão reparados.



A esposa do aposentado falou que eles estavam dormindo quando tudo aconteceu. “Eu sai da cama com eles gritando, com roupa de dormir, seminua, eu tive de levantar desse jeito e atender eles, então foi muito constrangedor. Minha moral ficou abalada com isso tudo.”

Após a entrada na residência, o casal conversou com um dos policiais sobre os danos causados no portão. Eles alegam que iriam entrar na Justiça para pedir indenização por danos morais.

“Ele falou comigo que ele não pode pagar o portão, que pode pagar uma reforma, mas o serralheiro falou que o portão estragou demais, que se reformar ele vai ser quase o preço de um novo e não vai ficar bom”, completou a mulher.

Em nota, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que cumpriu, no dia, seis mandados de busca e apreensão relacionados a investigação de crimes de homicídio na cidade. Na ação, foram apreendidas 28 buchas de maconha, oito pedras de crack e revólver. Um suspeito foi preso e dois adolescentes apreendidos.



Durante as buscas, um dos alvos foi em direção à residência vizinha, e toda ação policial foi realizada dentro da legalidade. A Polícia Civíl ainda reforçou que não admite desvios de conduta e todas as reparações cabíveis serão adotadas.