Compartilhe

Não bastasse a alta nos principais itens da cesta básica, o leite, produto mais que essencial na alimentação principalmente de crianças já chega a custar 10 reais por litro em alguns estados. 

A alta acumulada é de quase 21%, o maior índice dos produtos básicos, em 12 meses. Em valores numéricos, o dobro da inflação medida pela Fundação Getúlio Vargas, de 10 vírgula 28%. 



Em Goiânia, o preço do litro ultrapassou 10 reais nos últimos dias, justamente na capital de um dos cinco maiores produtores do país. Em Santa Catarina, outro do ranking de maiores produtores, o litro custava 7 reais na última semana de junho. 

De abril a junho os valores dos laticínios costumar subir por causa da entressafra, com menor quantidade de chuva para manter as pastagens. 

Neste ano, entretanto, toda a cadeia produtiva sofreu impacto da inflação, com alta no preço da ração, da energia elétrica, dos fertilizantes calculados pelo dólar, e dos combustíveis. 

A previsão nada otimista é que os valores se mantenham elevados até setembro.