Compartilhe

Atualização da Matéria em 04/12/2020 às 19h48

Durante o programa matinal da Raízes FM, Marcus relembrou as medidas que deverão ser seguidas pelos comerciantes da nossa cidade e anunciou novidades para o comércio durante o mês de Dezembro. Marcus comentou também as medidas tomadas pelos governantes e a maior crise que viu nos últimos 30 anos.



Diante do anúncio do Governo do Estado de São Paulo que determinou o retorno de regiões para a fase amarela de flexibilização do comércio, Marcus Belini criticou as decisões tomadas logo após o término das eleições. O presidente da ACIC acredita que as campanhas políticas deram maus exemplos e que claramente a política ignorou as medidas de segurança nesse período.

As críticas também foram feitas ao fechamento abrupto do comércio no começo da pandemia. Marcus afirmou que sempre foi contra o fechamento total e que a transmissão causada pelas festas clandestinas, reuniões familiares e das campanhas políticas não pode resultar em medidas contra os comerciantes. Medidas essas que segundo Marcus deixaram muitos “CNPJs na UTI”.

O representante da Associação Comercial e Industrial de Capivari diz que o levantamento realizado pela associação aponta o fechamento de 46 empresas.

Errata: Na reportagem veiculada em 03/12/2020, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Capivari, Marcus Belini, citou que a empresa Cybelar teria encerrado suas atividades em Capivari. A informação foi desmentida pela empresa, que entrou em contato com nossa redação nesta sexta-feira (04) informando que não interrompeu suas atividades na cidade.



Diante do equivoco do entrevistado, a Rádio Raízes FM, pede desculpas a Cybelar.

Marcus Belini acredita que a fase amarela tem medidas interessantes, mas também sugere mudanças. A primeira sugestão foi separar os diferentes setores do comércio em horários diferentes para evitar grande circulação de pessoas durante um mesmo período. Logo após, os restaurantes e bares, um dos setores mais afetados, também foram citados. O Presidente da associação comercial sugere que esse setor possa ter a permissão para trabalhar após as 22 horas, pelo fato do pico de movimento nesses estabelecimentos que normalmente ultrapassa esse horário. Porém sempre dentro do limite de 10 horas de funcionamento.

Perguntado como será a atuação do comércio durante o mês de Dezembro, muito movimentado pelas compras de Natal, Marcus disse que a partir do dia 7, todos os comerciantes estarão atendendo em horário especial e anunciou que a prefeitura irá realizar a Vila de Natal, normalmente localizada na antiga estação, na praça central de Capivari a fim de incentivar a circulação de pessoas próximo às lojas, estimulando as compras.

A partir do dia 12 de Dezembro a Vila de Natal já estará aberta à visitação para o público. Finalizando a sua participação no programa, Marcus Belini pediu à toda a população que for prestigiar a exposição, para que tomem todas as medidas sanitárias e que ajam com responsabilidade ao frequentar estabelecimentos sabendo escolher quais locais estão seguindo todas as recomendações.