Compartilhe

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), divulgou os dados sobre o consumo de água desde a implementação do decreto que multa o uso excessivo de água.  Durante o primeiro mês do decreto em vigor, estima-se que houve uma economia de cerca de 57 milhões de litros de água no período, o equivalente a cerca de cinco dias de abastecimento hídrico para toda a cidade de Capivari.

Foto: Represa Milhã/Reprodução

Ainda assim, segundo a empresa, a situação é preocupante. Os reservatórios continuam sofrendo em decorrência da estiagem. O superintendente do SAAE, Rogério Oliveira, fala com a população para manter o consumo reduzido até que as chuvas voltem.



“O decreto que proíbe o desperdício vem ajudando bastante, porém a falta de chuvas ainda prejudica muito. A situação segue preocupante [na Represa Milhã]. As bombas hidráulicas estão funcionando 24 horas por dia e mesmo assim o nível do reservatório segue baixando, por isso mais do que nunca, precisamos que a população contenha o desperdício”

Rogério Oliveira, superintendente do SAAE

O decreto instaurado em 14 de outubro determina uma penalidade de R$72,40 aplicada na conta de água do morador que for pego desperdiçando. Em caso de reincidência, o valor da multa passa a ser R$144,80, além do corte total do fornecimento de água por três dias. As proibições incluem: lavagem de frente de imóveis, ruas, encher ou esvaziar piscinas, lavar quintais, telhados, paredes, calhas, garagens, veículos ou despejar água tratada na rede pluvial ou rede de esgoto.

Vale ressaltar que na última sexta-feira, dia 12, foi anunciada a prorrogação da medida por mais 30 dias. Em caso de dúvidas e denúncias, o SAAE Capivari atende através do telefone 0800-1900-123, 24 horas por dia, sete dias por semana.