Compartilhe

Dados divulgados pelo jornal El País, mostram que entre 1º de agosto a 6 de dezembro, pouco mais de 152 mil e 200 pessoas morreram nos 27 países da União Europeia, o que representa um aumento de 16 mil mortes em relação ao período de 1º primeiro de março e 31 de julho.

De acordo com os cálculos, são 31 mortes a mais para cada milhão de habitantes nos últimos quatro meses do que na primeira fase da pandemia. Um fator que cria um alerta sobre essa propagação acelerada do vírus  é o início do inverno no continente, que traz condições climáticas que favorecem a transmissão do vírus.



Paciente com Covid-19 em tratamento na Espanha FOTO: MÒNICA TORRES

A presidente da comissão europeia, Ursula von der Leyen vê as vacinas como “luz no fim do túnel” mas não está otimista que somente a imunização seja suficiente para frear a “sombra de luto” que se espalha pelo continente.


Deprecated: Directive 'allow_url_include' is deprecated in Unknown on line 0