Compartilhe

O Governo do Estado de São Paulo divulgou que a meta de vacinação contra a Covid-19 foi ultrapassada entre todos os idosos acima de 65 anos. Tais pessoas possuem o ciclo de vacinação completo, totalizando mais de 7,3 milhões de pessoas com as duas doses. Além disso, na faixa de 60 a 64 o percentual foi de 93,5%, superando a meta de 90%. 

“Nós vencemos esta luta para que as pessoas pudessem ter consciência que era fundamental serem vacinadas para estarem protegidas na sua vida. Neste momento, nós estamos celebrando isso. Trata-se de um percentual de adesão extraordinário” João Doria, Governador de São Paulo

João Doria, Governador de São Paulo

Dos 7,3 milhões de idosos vacinados, 3,93 milhões estão na faixa de 60 a 69 anos; 2,27 milhões entre 70 e 79; 924,9 mil de 80 a 85; e 207,3 mil acima de 90 anos.



Desde o início da campanha, iniciada em janeiro de 2021, o Estado já aplicou mais de 57,97 milhões de doses. O número soma: 

  • 35,92 milhões de aplicações de primeira dose; 
  • 20,79 milhões de segunda; 
  • 1,15 milhão de dose única;
  • 111,6 mil de doses de reforço.

Segundo o Vacinômetro do Estado de São Paulo, a mobilização das 645 cidades resultou em 97,38% da população adulta com pelo menos uma das doses da vacina, e 61,75% das pessoas acima de 18 anos com o esquema vacinal completo.

Com a vacinação aumentando, o Governador ainda reforçou que houve uma queda nas mortes por coronavírus das pessoas com 70 anos ou mais. 

“A vacinação com Coronavac reduziu em 88% as mortes de pessoas com mais de 70 anos no Brasil. Nossos pais, avós, tios e amigos com mais idade, felizmente, em sua maioria, estão salvos. Salvos pela vacina”

João Doria, Governador de São Paulo

Os dados do Sivep-Gripe (Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe) do Ministério da Saúde indicam que a média semanal de mortes por COVID-19 entre as pessoas com 70 anos ou mais caiu de 1.316 por dia em 28 de março para 164 em 20 de agosto. A queda de 88% considera todo o território nacional.