Compartilhe
Regras da fase de transição do Plano São Paulo — Foto: Governo de SP

O governo estadual de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira (16), uma etapa de transição da fase vermelha para a laranja do Plano São Paulo, programa que define o funcionamento das atividades econômicas durante a pandemia da Covid-19. O toque de recolher entre 20h e 5h segue vigente e as prefeituras podem decretar regras mais rigorosas se entenderem necessário.

A partir de domingo (18), o governo permitirá a abertura do comércio entre 11h e 19h, além da realização, com restrição, das atividades religiosas em templos. A previsão é que esta etapa dure até 23 de abril.



Os estabelecimentos vão operar com a capacidade de 25% e aplicação de protocolos sanitários rigorosos. As atividades administrativas não essenciais devem seguir em trabalho remoto (teletrabalho). Além disso, vai haver um escalonamento da entrada e saída das atividades comerciais.

Regras entre 18 e 23 de abril

  • Comércio poderá funcionar entre 11h e 19h com capacidade de 25%
  • Escalonamento da entrada e saída nos empreendimentos comerciais
  • Atividades religiosas voltam a ocorrer com restrições
  • Toque de recolher entre 20h e 5h segue em vigor
  • Atividades administrativas em teletrabalho

Depois, a partir do dia 24 de abril, um sábado, o governo prevê liberar o funcionamento de serviços gerais, com restrições. Veja abaixo:

  • Restaurantes e similares: de 11h às 19h
  • Atividades culturais: de 11h às 19h
  • Academias: de 7h às 11h e de 15h às 19h

Esta segunda etapa deve funcionar até 1° de maio, quando está prevista uma nota atualização do plano.

Dados regionais



De acordo com dados da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo atualizado pela última vez na quinta-feira (15), às 14h, as 26 cidades do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Piracicaba têm 83,4% dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para casos de Covid-19 ocupadas, enquanto a taxa de ocupação nas enfermarias é de 65%.

A estrutura disponível atualmente é de 28,2 leitos UTI Covid para cada 100 mil habitantes.

Em relação a novas internações, na quinta foram foram 78. A média móvel diária é de 83. Já na comparação com a semana anterior, houve uma queda de 13,8%.

Em relação a casos, nos últimos 14 dias, foram 507,3 para cada 100 mil habitantes. O número de mortes teve um aumento de 33,9% em relação à semana anterior. São 25,1 óbitos para cada 100 mil habitantes.

As 26 cidades do DRS de Piracicaba devem seguir as regras de transição a partir de domingo. São elas:

  1. Águas de São Pedro
  2. Analândia
  3. Araras
  4. Capivari
  5. Charqueada
  6. Conchal
  7. Cordeirópolis
  8. Corumbataí
  9. Elias Fausto
  10. Engenheiro Coelho
  11. Ipeúna
  12. Iracemápolis
  13. Itirapina
  14. Leme
  15. Limeira
  16. Mombuca
  17. Piracicaba
  18. Pirassununga
  19. Rafard
  20. Rio Claro
  21. Rio das Pedras
  22. Saltinho
  23. Santa Cruz da Conceição
  24. Santa Gertrudes
  25. Santa Maria da Serra
  26. São Pedro

Fonte: G1 Piracicaba