Compartilhe

A convite do vereador Denilton Rocha dos Santos (MDB), o presidente do hospital Unimed Capivari, dr. Luiz Antonio Bereta, e o gerente jurídico, Renan Corrêa de Mello, estiveram reunidos na segunda-feira (31) com os demais vereadores que compõem a Comissão Temporária para Estudo de Ações contra a Covid-19 – Inês Luísa Félix da Costa (PSL), Ruan Henrique Pellegrini Braggion (Republicanos), Sandro Modas (PSDB) e Thiago Braggion (PSL) – e com o vereador Odésio de Jesus Ferraz (PSDB).

Vereadores da Comissão para Estudos de Ações Contra a Covid-19 e o Presidente da Unimed Capivari FOTO: Divulgação Câmara Municipal de Capivari

O tema principal do encontro foi a Covid-19. Segundo Dr. Bereta, durante a pandemia, o valor do insumo passou de R$4 para R$30 e os gastos com a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) são 15 vezes maiores. Ele retratou ainda sobre o cansaço dos profissionais da saúde e a dificuldade em efetuar novas contratações. Por fim, pediu para que as pessoas mantenham o distanciamento social e usem máscara e álcool em gel.



Além da Covid-19, os serviços prestados pelo hospital há 33 anos em Capivari (comemorados no último domingo, 30) também foram tratados na reunião. Os vereadores aproveitaram para tirar dúvidas sobre procedimentos, atendimentos e tratamentos oferecidos pela Unimed.

Vale ressaltar que, também na segunda-feira, entrou no expediente da 18ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Capivari, a indicação nº 500/2021, de autoria da Comissão, para que seja implantada uma ouvidoria na Santa Casa de Misericórdia de Capivari, que atenda pelo 0800. A ideia é que o hospital tenha um espaço para receber, examinar e encaminhar as sugestões, reclamações, críticas e elogios dos usuários.